STREET STYLE: Dândis modernos exibem-se pelas ruas de Milão

Ian Kelly, escritor inglês, registrou que foi Brummell, mais conhecido como Beau Brummell, o primeiro a ter uma história como símbolo masculino, o primeiro a ser verdadeiramente uma celebridade. É Brummell que descreve a originalidade da moda e do estilo da postura e das maneiras que um cavalheiro deve portar. Responsável por mudar a imagem do homem no início do século XIX, o inglês revolucionou o guarda-roupa masculino.

tumblr_m9gx02m0KS1qld6eho1_500

James Purefoy no filme para tevê “Beau Brummell: This Charming Man”

Mais de um século depois, cá estamos nós a reviver momentos do nascimento daquele carinhosamente intitulado dandy, ou dândi em português.

Um homem aristocrático, apesar de suas origens de classe média, que fez sua carreira e conquistou seu lugar por mérito próprio. O dandy dá importância a maneira de se vestir, à linguagem refinada e cultua hobbies.

O dandismo está de volta e não se fala em outra coisa. Até nós, mulheres, andamos querendo nos vestir de “dandy”.

tom-ford

Imagem de Lookbook Tom Ford Fall/Winter 2013

Milão, capitale della moda, recebe hoje em dia uma onda nostálgica. Um espetáculo à parte, é ver homens desfilarem sua criatividade explicitamente no modo de vestir.

Galantes, esses rapazes modernos tal como aqueles de outrora, gostam de ser reconhecidos. Fotografei alguns, outros se deixaram fotografar gentilmente e ainda fizeram pose.

É a moda que não se vê nas escuras salas de desfiles!

Anúncios