MUSEU DO IPIRANGA

Visitar o Museu do Ipiranga é emocionante. Mesmo que, na época de escola, você tenha passado batido pela matéria de História, prestou atenção no icônico quadro Independência ou Morte, de Pedro Américo. Ele simboliza a proclamação da independência no Brasil e foi encomendado pela Família Real portuguesa para ficar em exibição em um monumento que estava em construção: o Museu do Ipiranga!

De acordo com seu livro de História do Brasil, o príncipe regente D. Pedro de Alcântara de Bragança — que se tornar-se-ia o imperador D. Pedro I — deu o grito da independência às margens do riacho Ipiranga. Ali, naquele local, foi erguido um monumento para registrar o acontecido. Essa foi a primeira vez na história em que um prédio foi construído com a finalidade de monumento.

Museu do Ipiranga - 02

Apesar do bairro do Ipiranga, na Zona Sul de São Paulo, ficar distante da parte central da capital paulista, visitar o local é recompensador. Mas vá com calçados confortáveis e tempo. Alimentação por perto também pode ser um problema. Nenhum café à vista, fica a dica.

Também chamado de Museu Paulista, ele funciona das 9h às 17h, de terça a domingo. Dica: vá pela manhã para conseguir uma visita guiada e racionar o horário de sua agenda.

Mas por que conhecer o museu? Explico: além de ter um lindo jardim em estilo francês projetado pelo paisagista Arsenius Puttemanem, o local detêm objetos históricos que ajudam a entender a história de nosso país e do estado de São Paulo.

Infelizmente é proibido fotografar o interior o museu. Como eu precisava de um mínimo de fotos para ilustrar este post, me arrisquei como 007 com ajuda de meu celular. Não faça igual. A equipe de ‘guardiões’ é treinadíssima e atenta para chamar sua atenção caso necessário.

São três pisos com exposições temporárias e permanentes. O famoso quadro (imponente) tem uma sala especial, o Salão Nobre, no segundo andar, logo após subir as escadas de mármore com a imagem em bronze D. Pedro I. Aqui mora a parte mais emocionante de sua viagem. É o motivo principal da visita, então por que prolongar sua vontade? Dá calafrios imaginar que você está exatamente no local retratado por essa tela imponente, mesmo com as controvérsias da oposição…

Museu do Ipiranga interior - 01

A escadaria de mármore do Museu Paulista tem estátuas e pinturas que ilustram a história paulista e brasileira de 1500 a 1822. As ânforas de cristal em base de bronze guardam água de rios brasileiros — não literalmente, acredito. A maior estátua de bronze é de D. Pedro I

Museu do Ipiranga interior - 02

Mais antigo museu de São Paulo, inaugurado em 1895, o museu expõe peças que contam a história da sociedade brasileira entre os séculos XIX e XX. São esculturas, quadros, louças, jóias, movéis, armas, peças religiosas, automóveis, documentos e utensílios de bandeirantes e índios distribuídos pelo prédio

Nas alas do segundo andar é possível visualizar o início do comércio em São Paulo com peças originais e réplicas de objetos pessoais, que tem ligação com o início da moda que chegava em território nacional. Existe por lá também um acervo “bélico” impressionante, com armaduras, armas de fogo e espadas.

Hora de descer. No térreo existem alas com vídeos que explicam o início da colonização no Brasil e exemplares de carros de bombeiro e serviço sanitário do século XIX. Finalizando a visitação no subsolo, onde ficam os banheiros, você verá objetos de decoração e cotidiano com a imagem de seus respectivos donos que pertenciam a alta-sociedade. Preste atenção aos vidros que permitem visualizar a estrutura que sustenta a construção, pois parecem estar originais.

Vale lembrar que o Museu fica em frente ao Parque da Independência que tem o Monumento do Ipiranga com 130 peças em bronze e a cripta imperial com o túmulo de D. Pedro I e das imperatrizes Leopoldina e Amélia de Beauhemais.

Museu do Ipiranga - 09

Museu do Ipiranga - 10

20130109_152945

Museu do Ipiranga
Pq. da Independência, s/ nº – Ipiranga – Sul. Telefone: 2065-8000.
Ingresso: R$ 6 (inteira), R$ 3 (meia, para estudantes, com apresentação de carteirinha escolar, e professores, com apresentação de holerite e RG) e grátis p/ menores de seis, maiores de 60 anos, deficientes e no primeiro dom. de cada mês.

Não tem área para fumantes. Não aceita cheques. Não aceita reservas. Não tem ar-condicionado. Faz visitas monitoradas. Proibido fumar. Não tem local para comer.

De terça a domingo: 9h às 16h45 (c/ permanência até às 17h).

Anúncios