Histórico prédio da La Samaritaine em Paris vira complexo de luxo do Grupo LVMH

O ano fecha com mais uma grande vitória para o Grupo LVMH. A prefeitura de Paris acaba de permitir o início das obras que transformarão a antiga loja de departamentos La Samaritaine em um grande complexo de lojas, escritórios, restaurantes, creche, hotel de luxo e 95 apartamentos residenciais.

Localizado na margem direita do Sena, a poucos passos do Louvre, o luxuoso prédio com cerca 80 mil metros quadrados de área útil foi fechado em 2005 devido a problemas de segurança.

Este ano, sem precisar o valor, Bernard Arnault (atual presidente e diretor executivo da LVMH, a maior empresa de artigos de luxo do mundo) declarou a total aquisição da Sociedade La Samaritaine, da qual já era proprietário majoritário (59,9%) desde 2001.

A reestruturação do imóvel propiciará cerca de 2.400 empregos ao longo da obra. Segundo fontes francesas, o investimento gira em torno de 450 milhões de euros.

A frente das obras estão os arquitetos Kazuyo Sejima e Ryue Nishizama do escritório japonês Sanaa, que terá por missão erguer o espaço multifuncional.

Estima-se, ainda para o primeiro semestre de 2013, a demolição de alguns prédios adjacentes ao histórico prédio. Inaugurado em 1870, símbolo da Paris Belle Époque, o prédio principal abrigou a loja de departamentos La Samaritaine durante 131 anos.

Com reabertura aguardada para 2014, não é claro se La Samaritaine contará com sua estrutura antiga e reformada ou se ganhará uma nova roupagem moderna. Sinal dos tempos… Os japoneses, assim como foi na moda dos anos 80, aplicam seu olhar prático e elegante para refazer a romântica Cidade Luz.

O Hotel Cheval Blanc, uma das joias do Grupo LVMH, contará com 80 quartos com vista para o Sena.

Estima-se que a total abertura do complexo La Samaritaine acontecerá em 2016.

Anúncios