BLOGAZINE MIXTAPE #13 – BOWIE FEVER

 

Eu, Maria E., 12 anos, revoltada e sem saída – bom, era assim que eu me via uns anos atrás (dez, para ser precisa). Comecei a tocar contrabaixo elétrico cedo, contrariando a tradição da família em não tocar absolutamente nenhum instrumento – acontecimento que, de fato, mudou todo o curso da minha vida. Sinto-me realizada até hoje por, em meio ao pop chiclete dos anos 2000, ter iniciado minha vida musical absolutamente encantada com o bom e velho hard/glam rock. A influência do movimento foi tão grande que, nesses anos mais rebeldes, desfilava por Brasília envolta em bandanas estampadas e uma enxurrada de acessórios prateados – YEAH, BABE, ALWAYS ROCK N’ ROLL! Minha adolescência foi assim, interessante e engraçadinha. Realmente não tinha vergonha de muita coisa, não.

E entre o KISS e Guns N’ Roses do meu iPod, nada e nem ninguém nunca me hipnotizou tanto quanto David Bowie. A voz marcante e cheia de particularidades, os olhos miúdos e coloridos, o auge dos anos 70 com a persona Ziggy Stardust, a trilha oitentinha viajante de “Christiane F.”, o icônico personagem em “Labyrinth”… Sinceramente, Bowie foi o primeiro amor que tive na vida: arrebatador, incontestável e inesquecível. O meu primeiro vinil, ao lado de Freddie Mercury. Não há rock n’ roll sem Bowie, e sem eles não funciono. É por isso que não pensei duas vezes em tê-lo como estrela dessa mixtape aqui no BLOGAZINE, que fiz a convite de um dos meus melhores amigos. Difícil escolher, mas selecionei onze músicas que me arrepiam já nas primeiríssimas notas… Please, Bowie away! (:

mixtape-BOWIE-FEVER-by-Maria-Eugenia-Caminha

1 – JOHN, I’M ONLY DANCING (SAXOPHONE VERSION)
2 – THE MAN WHO SOLD THE WORLD
3 – LIFE ON MARS?
4 – SPACE ODDITY
5 – ALL THE YOUNG DUDES
6 – GOLDEN YEARS
7 – UNDERGROUND (DO FILME “LABYRINTH”)
8 – UNDER PRESSURE (COM FREDDIE MERCURY, DO QUEEN)
9 – ZIGGY STARDUST
10 – THE JEAN GENIE
11 – HEROES

Anúncios