(MAIS) POLÊMICA SAINT-LAURENT

Confusão já é a marca registrada de Hedi Slimane para a casa Saint-Laurent. O estilista fotografou a modelo Saskia de Brauw para a campanha masculina P/V13 Saint Laurent que certamente abrirá as portas para os novos looks e estilo andrógino.

Sem maquiagem ou penteado, de Brauw se apresenta de forma tão marcante que não importa seu sexo ou sexualidade. Assim sendo, ao desenrolar da campanha, o óbvio da masculinidade, que invadiu a moda recentemente com roupas ‘tão macho’ quanto o futebol, se desfaz e assume uma nova visão.

A mensagem agora é que gênero e sexualidade, na concepção de Slimane, é completamente intelectual e hedonista.

O designer propõe as mesmas roupas, sapatos e acessórios para homens e mulheres, dando aos seus clientes a chave para a expressão – depende de você. De toda forma, os garotos ganham peças com corte sublime.

A mídia internacional se divide. De um lado, aqueles que consideram moda uma disciplina que lida com identidade e expressão, a qual deve estar atracada ao espírito de nosso tempo e nossa identidade. Esses consideram a coleção muito bem vinda. Do outro lado, o contrário, aqueles que esperam da moda um passaporte para o sonho e elegância reconhecida em nova visão e ausência de estímulo.

Para mim, parece que em uma Europa de crise profunda, tal coleção é uma solução genial para baratear o custo de produção. Em outras palavras, facilitar a vida e promover a venda com uma bela história fantasiosa de pano de fundo.

Imagens©Reprodução

Curta o BLOGAZINE no Facebook para que possamos ser amigos e siga-nos no Twitter @Blogazine_ para conversarmos

Anúncios