Joalheria americana desperta vontade de expor curiosidades sobre diamantes

Na escola aprendemos que o diamante é a gema mais dura e resistente que existe em nossa superfície terrestre, aquela capaz de cortar todas as outras; somente um diamante corta um outro diamante. Sem dúvida, desde a nossa infância, essa gema composta puramente de carbono já exerce fascínio em nossas mentes.

Na Grécia antiga, o diamante era sinônimo de ‘incomparável’ por sua resistência e dureza. Segundo os gregos, os diamantes eram lascas de estrelas caídas do céu.

Originária na Idade Média, a aliança de noivado já nasce com um diamante simbolizando a eternidade da união.

Anel Tiffany Setting e seu criador, Charles Tiffany

A joalheria Tiffany & Co., fundada em 1837, eternizou o momento da união de casais com suas alianças de noivado e casamento. Foi em 1886 que Charles Tiffany criou o Tiffany Setting, um anel de noivado que se tornou icônico por ter garras que elevam o diamante em busca de mais luz, obtendo o maior brilho como resultado.

Tiffany Lucida

Mais de cem anos depois, em 1999, para comemorar a passagem do milênio, veio o Lucida, homenageando a estrela mais brilhante no céu, um anel de noivado com traços mais modernos.

Diretora da Tiffany & Co. no Brasil Luciana Marsicano

Luciana Marsicano, diretora da Tiffany & Co. Brasil, comentou sobre o anel de noivado símbolo de amor eterno no evento The Perfect Wedding em Brasília.

Muito habitual no hemisfério norte, o anel de noivado tem um significado muito singular para a noiva. “Um pedido de casamento feito com a caixa azul Tiffany é um momento que dura para sempre na vida de toda mulher”, disse Luciana, que ainda garante: “os meninos estão aprendendo por aqui também. Em nossas lojas prestamos consultoria para esse momento tão especial que é o pedido de casamento. Tem até pedidos feitos na loja. Sempre nos emocionamos”.

Imagem de campanha Tiffany

Reconhecer um diamante envolve critérios pré-estabelecidos seguidos pelas joalherias tradicionais como a Tiffany.

O corte do diamante ou sua lapidação é feita em facetas simétricas e em ângulos perfeitos para refletir a luz o máximo possível. O topo ou superfície recebe o nome de table (como mesa), já a superfície lateral é chamada crown, exatamente como coroa, e por fim a base inferior leva o nome de culet. Se lapidação é a única intervenção humana em uma gema, a sua clareza se deve à sua composição, à intensidade de puro carbono contida em cada gema.

Ao se pesar um diamante ou mensurá-lo, a unidade utilizada é o quilate. Um quilate corresponde a um quinto de grama. O quilate é dividido em pontos.
A Tiffany é uma das poucas joalherias internacionais a possuir laboratório próprio de gemologia para garantir e emitir seus certificados .

A diretora da Tiffany lembra:

1- Tudo bem casar-se com o anel de noivado na mão direita
2- Após o casamento o anel de noivado pode e deve ser usado junto à aliança.
3- Anel de noivado não se troca! É uma escolha feita com amor!
4- Para a cerimônia de casamento os brincos de pérola são clássicos e tradicionais.
5- As alianças podem variar em espessura entre marido e mulher.

Imagens©Celso Junior/Divulgação, Bruno Santos/BLOGAZINE e Reprodução

Curta o BLOGAZINE no Facebook para que possamos ser amigos e siga-nos no Twitter @Blogazine_ para conversarmos

Anúncios