Exclusivo: designer brasiliense fala sobre inspirações para sua coleção de Inverno 2013

Se você leu meu texto sobre o desfile Sann Marcuccy durante a Temporada Iesb, sabe que sou suspeito para falar sobre o trabalho do estilista de Brasília. Pós apresentação, a ansiedade foi tanta que marquei logo uma conversa com o designer para saber detalhes da coleção de Inverno 2013, que será desfilada no dia 7 de novembro em território carioca, no Rio Moda Hype (Fashion Rio).


Dos cinco estilistas participantes desta edição do Prêmio Rio Moda Hype, Sann Marcuccy é o único veterano. Provavelmente um dos motivos por ter sido escolhido para fechar o evento. Na imagem, minha interrupção durante uma partida de Diablo III

Marquei de encontrar o estilista em seu atelier na Asa Norte, mas como os imprevistos podem deixar a vida mais saborosa… Aceitei as desculpas de Sann pelo atraso e fui encontrá-lo em sua casa, com a promessa de ser alimentado. Afinal de contas, programei nossa conversa estrategicamente para o horário do almoço.

Nosso bate-papo aconteceu em meio a surtos do game Diablo III [aparentemente a nova versão é viciante] e boa comida preparada pelo estilista que também se garante na cozinha.

“Quero trabalhar uma imagem impecável nessa coleção, mais focado na linguagem internacional”, pontua Sann Marcuccy logo no início da entrevista. Esse diferencial da nova coleção — ao meu entender — quer introduzir a marca em um novo pensamento de mercado iniciado no Brasil por Pedro Lourenço na SPFW, em 2011 .

A inspiração para atingir seu objetivo vem da pintura L’Exposition Universelle (Exposition Universelle), do francês Édouard Manet. “O que me chamou a atenção no quadro foi a abordagem sobre o cotidiano da época [1867, Paris]: as roupas, o uso dos acessórios e o próprio comportamento das pessoas”.

Pintura Exposition Universelle de Manet é o ponto de partida para inspiração do designer brasiliense

Todas essas impressões são exercitadas nos looks. Como? “A própria geometria do quadro é usada para construir as camadas das modelagens das roupas. Isolei partes da pintura pra deixar tudo minimalista”, define Marcuccy. A cartela de cores e o conceito de “luxo diurno” também serão materializados nesta reinterpretação. Tudo a maneira do estilista, com dualidade retro-futurista, estrutura-fluidez…

Em primeiro plano, modelagem para coleção de Inverno 2013 @ Atelier Sann Marcuccy

Entre as novidades, apostas em androginia e japonismo. A coordenação de todas essas informações fica sob responsabilidade de um dos sylists do Moda Hype Felipe Dornelles, escolhido a dedo por Marcuccy.

Entre os materiais da coleção — com looks masculinos e femininos –, seda, linho, sarja, malha e renda. A cartela de cores remete à época: bege e off white, além dos dourados para adicionar contemporaneidade.

Os acessórios e sapatos femininos são criados pelo próprio estilista, com exceção dos tênis masculinos que serão produzidos exclusivamente pela marca brasiliense Muv Custom Shoes, que aproveita o PRMH para lançar um novo modelo de sneaker

Gostou? Tem mais do estilista ainda essa semana aqui no BLOGAZINE. É de Sann a MIXTAPE desta sexta-feira, para passar bem o ‘finde’!

Imagens©Bruno Santos/BLOGAZINE, João P. Teles e Reprodução

Curta o BLOGAZINE no Facebook para que possamos ser amigos e siga-nos no Twitter @Blogazine_ para conversarmos

Anúncios