Da escova à cera de abelha – reunimos dicas italianas para conservar sapatos

Ser apaixonada por sapatos não significa somente compra-los.

Comprar sapatos é uma delícia! E depois como mantê-los? A tarefa por vezes é simples. Difícil mesmo é saber o que comprar para manter os calçados em bom estado de conservação.

Conversando com meus amigos Orietta Pelizzari e Massimo Torlasco, decidi fazer este post. Massimo comentou sobre uma sapataria especial localizada na pequena cidade de Saronno na Itália e Orietta e eu fomos até lá matar a curiosidade. Objetivo? Montar uma caixa de ‘sapateiro modelo‘ no melhor estilo tradicional italiano! Afinal se eles fazem os melhores sapatos, devem saber como conservá-los também.

Cuidar dos sapatos, mantê-los polidos significa ter grande cuidado consigo mesmo.

A sapataria não tem placa ou letreiro… Mas na cidade, todos conhecem! Massimo fabrica sapatos de luxo e garantiu que aqui podemos montar A CAIXA!

Logo que entro vejo que é um lugar profissional com móveis tradicionais e um ar ‘simplicidade austera’

Alguns serviços como alargar os sapatos em forma podem ser feitos no local. Existe também o spray que amacia e laceia os calçados. No Brasil, lojas multimarcas frequentemente revendem tais produtos ( Shoestock e Jorge Alex em São Paulo). Se alguém souber em Brasília, por favor me avise!

Caso os sapatos estejam sujos ou manchados, recomenda-se lançar mão de xampus de limpeza. Xampus são feitos à base de lanolina (mistura de leite e água) e turpentina, entretanto devem ser usados com parcimônia. Couro pode ser lavado! Verniz tem xampu! As descobertas continuam…

Alerta! Por conter glicerina, sabão é responsável por desbotar o couro. Sendo assim, cuidado com os tênis e sapatênis.

+ um cuidado! – selantes, daqueles para os dias de chuva, impedem que a cera penetre no couro. O resultado com o tempo são sapatos opacos.

A quantidade de cadarços provenientes de vários cantos do mundo me surpreendem!

Para começar: escovas! Macia em crina de cavalo para limpar o couro. Em cobre para camurça e em borracha para nobuck. Lembre-se sempre que a escovação deve ser gentil. Força aqui é completamente dispensável

Em seguida, a cera ou pasta deve ser passada uniformemente com uma escova. O melhor produto é aquele à base de cera de abelha, que por ser um produto natural, mantém conservadas as características (também naturais) do couro.

Produtos químicos como parafina e silicone fazem mal aos calçados. A parafina, por exemplo, bloqueia os poros do couro e o silicone impede a absorção da umidade. Sapatos devem respirar e por isso o uso do couro é aconselhável.

Os profissionais italianos não recomendam lustradores líquidos daqueles que tem ponta com esponja por causarem um efeito brilho como ‘gloss’.

Após a secagem da cera, chega a hora de lustrar os sapatos. Aconselha-se esperar por 20 minutos, caso contrário podem se criar manchas

Primeiramente uma escova macia e depois uma flanela para tirar o excesso de produto. Não esfregue, deve-se polir.

Dica preciosa: para brilho extra acrescente uma gota d’água na hora de polir.

No passo seguinte, o brilho acontece com o uso de uma boa luva ou pedaço de pele de carneiro. Faça movimentos circulares.

O kit está pronto! Agora pode-se calçar os sapatos

Como a caixa deve ser tradicional, escolhemos uma calçadeira em madeira! Afinal plástico não é sustentável!

A caixa está pronta! Todo o processo de polir sapatos deve, a rigor, durar 45 minutos

Agora é pegar e partir! Espero que vocês tenham gostado!

PS. Em todo o Brasil passamos por períodos de chuva intensa. Para secar os sapatos, o melhor a fazer é enche-los com papel jornal e colocá-los para secar com as solas para cima em um local onde secará naturalmente. Atrás da geladeira pode deformar o calçado.

Anúncios