Louboutin: design que ultrapassa a barreira da sola vermelha

Designer de sapatos Christian Louboutin lançou sua primeira coleção de sapatos em 1991, na França

Desde a semana passada os veículos de comunicação com enfoque em moda tornaram suas atenções para o caso Louboutin/Zara.

O tribunal francês, mais especificamente a Cour de Cassation, condenou o designer de calçados Christian Louboutin a pagar uma indenização de dois mil euros à Zara.

Os sapatos Louboutin e suas solas vermelhas são símbolo de desejo e fetiche há 20 anos

Tudo começou em 2011, quando a rede de fast fashion Zara colocou à venda peep-toes com solas vermelhas que lembravam o modelo Louboutin Yoyo. O designer francês decidiu processar a cadeia de lojas espanhola por plágio.

Modelo Christian Louboutin Yoyo e o sapato desenvolvido pela espanhola Zara

Assinatura Christian Louboutin, reconhecida globalmente, as solas vermelhas exprimem a qualidade de um produto excepcionalmente bem feito com rigor de design e material. Aquilo que Louboutin não esperava é que até os advogados da rede espanhola reconhecessem tal fato publicamente. E foi aí que os rumos judiciais mudaram.

Os advogados da Zara alegaram que é fácil diferenciar um par de sandálias de suas unidades e aqueles de Christian Louboutin. O argumento convenceu a justiça francesa que decidiu dar ganho de causa à marca espanhola.

As solas vermelhas laqueadas são incorporadas no trabalho da marca de sapatos desde 1992,
ano em que Louboutin abriu sua primeira loja na Galerie Vero-Dodat

Por um lado o designer de sapatos perde mas por outro ganha. Vale ressaltar que o calçado Christian Louboutin foi colocado pela justiça francesa em um patamar comparável aquele dos relógios de luxo, por exemplo que são identificáveis com o olhar sem serem necessárias explicações adicionais.

Em seu continuo combate contra a cópia de suas solas vermelhas, Louboutin também está envolvido em um processo com a maison Yves Saint-Laurent, que em sua coleção resort 2011 adotou solas vermelhas em seus calçados.

Comparação entre os modelos YSL e Louboutins

A YSL argumenta que as solas vermelhas faz referência ao reinado de Luis XIV, que teria autorizado a nobreza a ter essa cor em seus sapatos de corte, exclusivos para os aristocratas e sujeitos a impostos. A grife ainda ressalta que os sapatos da personagem Dorothy, em “O Mágico de Oz”, também possuíam a sola vermelha.

Imagem do filme “O Mágico de Oz” (1939) com a personagem Dorothy Gale, interpretada
por Judy Garland, usando seus icônicos sapatos vermelhos

Há duas décadas o solado vermelho é imediatamente associado a marca Christian Louboutin. Mas será que personalidades como Sarah Jessica Parker, Beyoncé, Dita von Teese e Katy Perry usam sapatos do designer por causa da sola vermelha?

Katy Perry em Christian Louboutin, modelo Numero Prive

Dita von Teese e seu modelo Escandria, Christian Louboutin

O design dos sapatos e sandálias Louboutin são de suspirar! A cada coleção o desejo do novo vem aliado ao desejo do clássico. Impossível querer um só!

E você? O que pensa? Por que uma mulher deseja um belo par de Louboutins?

Anúncios